ufla

 

 

   
  VITACEAE
   
 


Classificação Botânica

Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Vitales
Família: Vitaceae
Gênero: Vitis
Espécie: V. vinifera

 
Descrição Botânica
Família representada principalmente por lianas ou arbustos, freqüentemente com gavinhas que formam inflorescências modificadas; folhas simples ou compostas, geralmente palminérveas, comumente com estípulas e inserção alterna. Inflorescência cimosa, geralmente paniculada, podendo surgir de maneira oposta às folhas, axilar ou terminal; flores quase sempre discretas, geralmente bissexuadas, actinomorfas, diclamídeas; cálice, em geral, inconspícuo, gamossépalo, 4 a 5 sépalas; corola dialipétala, ou gamopétala, 4 a 5 pétalas, anteras rimosas, nectários presentes; ovário súpero, bilocular, com 2 óvulos em cada lóculo, placentação axial. Frutos do tipo baga.
 
Ocorrência
Na família são conhecidas cerca de 800 espécies, incluídas em 12 gêneros, todas distribuídas em regiões tropicais e subtropicais. Apenas o gênero Cissus é nativo do Brasil, com próximo de 50 espécies, porém, pouco conhecidas no paisagismo.
 
Uso paisagístico
As plantas mais utilizadas nos jardins são de procedência exótica, incluindo espécies de Parthenocissus, Tetrastigma e Leea, sendo que, L. guineensis e L. rubra são muito conhecidas no paisagismo. Pertencem à família plantas do gênero Vitis, utilizadas para produção de uvas.
 
Gêneros
 
 
Cissus, Leea, Parthenocissus, Rhoicissus, Tetrastigma, Vitis.
 
 
Principais espécies
 
Foto: J. B. Sodré
Leea guineensis
 
Descrição
Planta arbustiva, ereta, semi-herbácea, compacta, originária de Burma, atingindo até 2,50 m de altura, com folhagem composta, pinada, dividida em folíolos lanceolados, verde-brilhantes. Inflorescência densa, formada por flores vermelhas, dispostas discretamente entre as folhas. Propaga-se principalmente por sementes, ou estacas.
 
Uso paisagístico
Espécie indicada para cultivo a pleno sol ou à meia-sombra, isoladamente, em grupos ou constituindo renques à frente de muros, paredes, grades e cercas. Também indicada como planta de vaso.
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Leea rubra
 
Descrição
Arbusto ereto, compacto, originário de Burma, Índia e Malásia, com até 2,50 m de altura, caracterizado por folhagem muito ornamental, verde-bronzeada, composta e pinada. Inflorescência densa, formada por numerosas flores vermelhas, dispostas discretamente entre as folhas. Propaga-se principalmente por sementes ou eventualmente por estacas.
 
Uso paisagístico
Espécie muito semelhante à L. guineensis, sendo diferenciada somente pela cor da folhagem, considerada mais ornamental. Também utilizada como exemplar isolado, em conjuntos ou renques junto a muros, paredes e cercas. Também usada como planta de vaso, cultivada preferencialmente à meia-sombra.
 
Outras espécies
 
Foto: J. B. Sodré
Cissus discolor
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Cissus quadrangularis
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Parthenocissus tricuspidata
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Tetrastigma voinierianum