ufla

 

 

 

   
  ONAGRACEAE
   
 
Classificação Botânica          

Divisão: Magnoliophyta        
Classe: Magnoliopsida          
Ordem: Myrtales       
Família: Onagraceae  
Gênero: Oenothera
Espécie: O. speciosa
 
Descrição botânica
Família formada por ervas, lianas e arbustos, excepcionalmente árvores; folhas simples, com ou sem estípulas, apresentando inserção alterna, oposta ou verticilada. Inflorescência racemosa, às vezes reduzida à flor isolada; flores vistosas, bissexuadas, geralmente actinomorfas, diclamídeas heteroclamídeas; cálice dialissépalo com 4 a 5 sépalas; corola dialipétala com 4 a 5 pétalas, prefloração valvar ou imbricada; androceu com quantidade de estames duplo ao número de pétalas ou raramente igual, anteras rimosas; nectários presentes; ovário ínfero, comumente com 4 lóculos, pluriovulados, placentação axial. Fruto dos tipos baga ou cápsula.
 
Ocorrência
Família cosmopolita com distribuição frequentemente dispersa pelas regiões temperadas, perfazendo mais de 600 espécies, distribuídas em 20 gêneros. No Brasil ocorrem plantas dos gêneros Fuchsia, Ludwigia, Oenothera e Epilobium, perfazendo cerca de 50 espécies, habitando regiões frias, alagadas e litorâneas.
 
Uso paisagístico
As espécies conhecidas como plantas ornamentais pertencem, principalmente ao gênero Fuchsia, além de Oenothera e Clarkia; todas as espécies preferem locais mais frios nas regiões de altitude do país. São geralmente usadas como plantas de vasos e jardineiras suspensas ou direcionadas a grades e colunas, funcionando como lianas. Algumas espécies servem de bordaduras em canteiros de jardins, a pleno sol ou à meia-sombra.
 
Gêneros
 
 
Camissonia, Circaea, Clarkia, Epilobium, Fucshia, Ludwigia, Oenothera.
 
 
Principais espécies
 
Foto: J. B. Sodré
Clarkia amoena
 
Descrição
Herbácea anual, com cerca de 0,80 m de altura, formada por hastes eretas, originária dos Estados Unidos. Folhas simples, lanceoladas, na cor verde. Inflorescência terminal, com flores de textura acetinada, vistosas, nas cores arroxeadas, róseas, vermelhas, brancas ou mescladas. Propaga-se por sementes.
 
Uso paisagístico
Planta indicada para regiões frias e de altitudes, em canteiros de plantas anuais, a pleno sol ou à meia-sombra, formando conjuntos ou renques. Também requisitada para vasos.
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Fuchsia x hybrida
 
Descrição
Planta herbácea, escandente, atingindo até 1 metro de altura, obtida por melhoramento genético, através de hibridação de espécies naturais da América do Sul. Folhagem densa, agrupada em ramos flexíveis. Flores exuberantes, nas cores vermelha, roxa, azul ou branca, simples ou dobradas. Propaga-se por sementes ou estacas.
 
Uso paisagístico
Planta muito requisitada para ambientes suspensos, cultivada em vasos ou jardineiras. Quando apoiadas por suportes, funciona como espécie ascendente (liana). Seu florescimento é melhor nas regiões frias.
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Fuchsia regia