ufla

 

 

 

   
  HEMEROCALLIDACEAE
   
 
Classificação Científica

Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Asparagales
Família: Hemerocallidaceae
Gênero: Hemerocallis
Espécie:Hemerocallis x hibrida
 
Descrição botânica
Família representada por ervas perenes, acaules, rizomatosas, entouceiradas, com folhas lineares, inteiras, alternas dísticas ou menos freqüentemente espiraladas, nervação paralelinérvea. Inflorescência terminal, cimosa ou paniculada; flores freqüentemente vistosas, bissexuadas, actinomorfas ou discretamente zigomorfas, diclamídeas homoclamídeas, cálice e corola unidos ou não entre si, trímeros (6 tépalas); estames em número de 6, fundidos ou livres, anteras rimosas ou poricidas, nectário septal presente; gineceu gamocarpelar, tricarpelar, ovário súpero, trilocular, lóculos pluriovulados, placentação axial. Fruto do tipo cápsula, às vezes baga.
 
Ocorrência
Hemerocallidaceae é uma família de plantas exóticas, com 8 gêneros e cerca de 80 espécies e que tradicionalmente era incluída em Liliaceae. Dois dos gêneros mais conhecidos no Brasil são originários da Europa e Ásia (Hemerocallis) e Nova Zelândia (Phormium).
 
Uso paisagístico
Plantas recomendadas para cultivo em locais abertos e ensolarados para formação de maciços, bordaduras e conjuntos isolados conforme a espécie. São apropriadas também para vasos e jardineiras.
 
Gêneros
 
 
Dianella, Hemerocallis, Phormium, Thelionema, Xeronema.
 
 
Principais espécies
 
Foto: J. B. Sodré
Hemerocallis flava
 
Descrição
Espécies originárias da Ásia e Europa, acaules, perenes, rizomatosas, com até 40cm de altura, folhas lineares, longas, coriáceas, na cor verde-forte. Inflorescência grande e vistosa, acima da folhagem, formada por flores amarela, na espécie típica, além de outras cores, como rosa, laranja e tons bicolores, nas variedades híbridas. Propaga-se pela divisão da planta em qualquer época do ano.
 
Uso paisagístico
Plantas ideais para a formação de bordaduras ou maciços em grandes áreas, renques à frente de muros, paredes ou grades, ou ainda, orlando caminhos, sempre a pleno sol. São bastante apreciadas para jardins devido a sua rusticidade e variedade de cores, proporcionada pela quantidade de híbridos. Mesmo quando não estão floridas, sua folhagem oferece uma composição interessante.
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Phormium tenax
 
Descrição
Espécie originária da Nova Zelândia, perene, acaule, rizomatosa, entouceirada, com até 2m de altura, com folhas lineares, nas cores verde-escura, verde-bronzeada ou variegada. Inflorescências acima da folhagem, robustas, formadas de flores avermelhadas que surgem somente na planta adulta. Propaga-se por divisão de touceiras.
 
Uso paisagístico
Plantas para cultivo tanto a sol pleno como à meia-sombra na condição de espécie isolada ou formando grupos. Interessante também para plantio em grandes vasos. Todas as variedades de cores são muito ornamentais e freqüentemente utilizadas para criar detalhes em meio às áreas ajardinadas.
 
Outras espécies
 
Foto: J. B. Sodré
Dianella ensifolia “variegata”
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Phormium tenax “variegata”