ufla

 

 

 

   
  ASTERACEAE
   
 
Classificação Botânica

Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Gênero: Senecio
Espécie: S. cruentus
 
Descrição botânica
É a maior família da classe Magnoliopsida (plantas eudicotiledôneas) com grande presença no paisagismo. São herbáceas, subarbustos, lianas, eventualmente arbustos ou pequenas árvores, perenes ou anuais, às vezes lactescentes. Folhas alternas, ocasionalmente opostas, raramente verticiladas, simples, sem estípulas, margens inteiras, denteadas, lobadas ou fendidas. Inflorescências em capítulos, característica marcante da família, formadas por pequenas flores, assentadas em um receptáculo comum, plano, cercado por brácteas distribuídas em séries; flores dispostas em raios (externos), geralmente estéreis e flores do disco (interno) bissexuadas ou raramente unissexuadas, comumente actinomorfas, diclamídeas ou sem cálice; corola comumente pentâmera, gamopétala, prefloração geralmente valvar; estames em número de 5, sinânteros, epipétalos, anteras rimosas; ovário ínfero, bicarpelar, com um só lóculo, uniovulado, placentação ereta. Frutos do tipo aquênio.
 
Ocorrência
Família com mais de 23000 espécies compreendidas em aproximadamente 1600 gêneros, que se distribuem por regiões tropicais, subtropicais e temperadas de todo o mundo, desde o nível do mar até o cume de altas montanhas; no Brasil estima-se que ocorram 3000 espécies em 180 gêneros.
 
Uso paisagístico
Família de grande interesse paisagístico, pela quantidade de espécies conhecidas e utilizadas como ornamentais. Nos jardins, parte dessas espécies, são tratadas como anuais, a exemplo de Leucanthemum vulgare, Dahlia pinnata, Zinnia elegans. São ideais para maciços floridos e forrações. Algumas espécies são requisitadas para jardins, jardineiras e vasos suspensos, como as espécies Senecio mikanioides e outras para vasos e arranjos floríferos, a exemplo de Gerbera jamesonii, Leucanthemum vulgare e Solidago chilensis.
 
Gêneros
 
 
Achillea, Achmella (Spilanthes), Ageratum, Aster, Artemisia, Bellis, Bidens, Brachycone, Calendula, Callistephus, Centaurea, Leucanthemum, Coreops, Cosmo, Dahlia, Dendranthema, Felicia, Echinacea, Euryops, Gaillardia, Gazania, Gerbera, Gynura, Helianthus, Helichrysum, Helipterum, Leucanthemum, Liatris, Matricaria, Montanoa, Rhodante, Rudbeckia, Santolina, Sanvitalia, Senecio, Solidago, Sphagneticola, Tagetes, Tanacetum, Tithonia, Unxia, Zinnia.
 
 
Principais espécies
 
Foto: J. B. Sodré
Ageratum houstanianum
 
Descrição
Espécie herbácea, anual, de porte ereto, porém muito ramificada, nativa do México, com até 0,30 m. de altura. Apresenta folhagem cordiforme, de textura pilosa e margem denteada. Inflorescência com flores agrupadas em capítulos densos nas cores azul, branca ou rosa. Propaga-se por sementes no outono.
 
Uso paisagístico
Planta ideal para forrações rasteiras em áreas ensolaradas, compondo bordaduras ou conjuntos isolados em meio a gramados e em jardins rochosos, junto a outras plantas de cores contrastantes.
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Calendula officinalis
 
Descrição
Espécie florífera, de origem européia, herbácea, ereta, anual, com até 0,60 m. de altura. Suas folhas são lanceoladas e espessas. Inflorescência em capítulos simples ou dobrados, sustentados por hastes longas e eretas, duráveis, nos tons amarelo, laranja ou amarelo-alaranjado. Propaga-se por sementes.
 
Uso paisagístico
Planta ideal para jardins floríferos, bordaduras ou compondo maciços a pleno sol, além de ser muito requisitada como flor de corte pela sua forma e durabilidade.
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Dahlia pinnata
 
Descrição
Espécie originária do México, semi-herbácea, florífera, com grande número de híbridos, de raízes tuberosas e caule ereto, com até 1,50 m. de altura. Sua folhagem é composta e de consistência espessa. Inflorescência em capítulos simples ou dobrados nas mais diversas formas e cores. Propaga-se por divisão de raízes tuberosas ou por estacas de ponteiro nas épocas quentes do ano
 
Uso paisagístico
Espécie tradicionalmente cultivada como exemplar de vasos, nos interiores das residências; nos jardins deve ser cultivada à meia-sombra como planta isolada ou em grupos.
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Gazania rigens
 
Descrição
Espécie herbácea, originária da África do Sul, perene, às vezes cultivada como anual, caracterizada pelo porte entouceirado. Folhas densamente agrupadas, lanceoladas e de margens denteadas, de cor verde na face superior e acinzentada na inferior. Inflorescência em capítulos simples, vistosos, nas cores amarela, branca, vermelha, alaranjada ou bicolor, geralmente com nuances negras junto ao disco central. Propaga-se por divisão da planta.
 
Uso paisagístico
Utilizada como forração para cobrir grandes espaços ajardinados, ou criando detalhes em jardins pequenos. Em bordaduras, podem ser usadas plantas na mesma cor ou misturando variedades de diferentes cores.
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Gerbera jamesonii
 
Descrição
Espécie herbácea, perene, florífera, originária da África do Sul. Suas folhas, dispostas em rosetas, apresentam textura lanuginosa na parte inferior. Inflorescências em capítulos simples ou dobrados, duráveis, muito vistosos, em diversos tons de vermelho, laranja, rosa, amarelo, além de branco. Propaga-se por divisão da planta após a floração ou por sementes.
 
Uso paisagístico
Utilizada em forrações, bordaduras ou conjuntos isolados a pleno sol. Ideais também para vasos floríferos e como flor de corte.
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Gynura procumbens
 
Descrição
Espécie herbácea, originária da Malásia e Filipinas, perene, de caules eretos, posteriormente reclinados, caracterizada pela presença de indumento purpúreo, espalhado por todas as partes da planta, proporcionando à mesma, característica própria. Suas folhas apresentam colorido roxo metalizado. As inflorescências, terminais, em capítulos alaranjados, são protegidas por brácteas roxas de odor desagradável. Propaga-se por estacas de caule.
 
Uso paisagístico
Cultivada tanto ao sol ou à meia-sombra, como exemplar isolado ou formando grupos. Também requisitada para jardineiras e vasos.
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Helianthus annus
 
Descrição
Planta de porte arbustivo, herbácea, anual, ereta, às vezes ramificada, de portes variados, indo de 0,30 a 2 m. de altura, originária dos Estados Unidos da América. Apresenta folhas alternas e lisas. Inflorescências em capítulos terminais ou axilares, na cor amarela com disco central marrom, vistosos, sustentados por pedúnculos longos. Propaga-se por sementes.
 
Uso paisagístico
Utilizada em canteiros de plantas anuais ou áreas espaçosas de jardins públicos e campestres. As espécies de pequeno porte e híbridas são utilizadas em jardins menores, formando maciços, conjuntos isolados ou bordaduras, a pleno sol. Também utilizadas como flor de corte.
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Leucanthemum vulgare
 
Descrição
Espécie herbácea, perene, rizomatosa, atingindo até 0,60 m. de altura, originária da Europa, com folhas alongadas, formando roseta basal. Inflorescência em capítulos simples ou dobrados, grandes, solitários, na cor branca com centro amarelo, formados sobre pedúnculos longos e eretos. Propaga-se por divisão da planta matriz.
 
Uso paisagístico
Espécie utilizada nos jardins a pleno sol para composição de maciços, bordaduras e conjuntos isolados. Cultivada também em vasos floríferos ou como flor de corte para arranjos, devido a seus capítulos sustentados por longas hastes eretas e firmes.
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Senecio mikanioides
 
Descrição
Espécie liana, semi-herbácea, perene, originária da África do Sul, apresentando folhagem decorativa, lembrando hera. Inflorescência em capítulos terminais, vistosos, na cor amarela. Propaga-se por estacas de caule.
 
Uso paisagístico
Planta ideal para cultivo em jardineiras e vasos suspensos, a pleno sol ou meia-sombra; usadas também como espécie ascendente junto a caramanchões, cercas, grades e pórticos.
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Sphagneticola trilobata
 
Descrição
Espécie perene, originária do Brasil, de hábito rasteiro, estolonífera e ramificada. Folhagem densa, constituída por folhas simples, geralmente trilobadas e um tanto ásperas. Inflorescência característica na cor amarela formada por capítulos axilares e solitários. Propaga-se facilmente pelos ramos já enraizados, em contato com o solo.
 
Uso paisagístico
Planta muito vigorosa, ideal para locais públicos e de pouca manutenção no revestimento de canteiros, principalmente em locais íngremes ou taludes.
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Tagetes erecta
 
Descrição
Planta herbácea, originária do México, anual, ereta e ramificada, de 0,20 a 0,60 m. de altura. Folhagem composta, densa, exalando cheiro forte e característico. Inflorescência em capítulos solitários, muito vistosos, simples ou dobrados, nas cores amarela, laranja, laranja-avermelhado ou bicolores. Propaga-se por sementes em qualquer época do ano.
 
Uso paisagístico
Planta ideal para jardins ensolarados, produzindo desenhos de cores altamente vibrantes, constituindo-se numa das floríferas anuais mais requisitadas para maciços rasteiros ou bordaduras em amarelo. Utilizada também como planta de vaso e flor de corte, além de combinar muito bem com outras perenes ou anuais.
 
Outras espécies
 
Foto: J. B. Sodré
Bidens rubifolia
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Coreopsis lanceolata
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Farfugium japonicum 'Aureomaculata'
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Felicia amelloides 'Variegata'
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Gaillardia x grandiflora
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Helichrysum petiolatum
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Montanoa bipinnatifida
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Pseudogynoxys chenopodioides
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Sanvitalia procumbens
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Senecio cineraria 'Silver Dust'
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Senecio cruentus
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Senecio douglasii
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Senecio haworthii
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Senecio macroglossus 'Variegata'
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Senecio rowleyanus
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Senecio stapeliformis 'minor'
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Spilanthes repens
 
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Stifftia chrysantha
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Symphyotrichum tradescantii
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Taraxacum officinale
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Tithonia diversifolia
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Xerochrysum bracteatum
 
 
 
Foto: J. B. Sodré
Zinnia peruviana