ufla

 

 

 

   
  AGAPANTHACEAE
   
 

Classificação Científica

Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Asparagales
Família: Agapanthaceae
Gênero: Agapanthus
Espécie: A. africanus
 
Descrição botânica
Família com um único gênero, Agapanthus, antes pertencente à Liliaceae, formada por espécies herbáceas, de portes pequeno a médio, que crescem a partir de rizomas, dotadas de grande quantidade de raízes bulbosas. Folhas inteiras, lineares, alternas espiraladas, paralelinérveas. Inflorescência cimosa, umbeliforme, disposta no extremo de um longo escapo, elevada acima da folhagem; flores vistosas, tubular na base, bissexuadas, diclamídeas monoclamídeas, aparentemente zigomorfas, cálice e corola unidos entre si, trímeros (6 sépalas), estames em número de 6, anteras rimosas, nectários septais presentes; gineceu gamocarpelar, tricarpelar, ovário súpero, trilocular, placentação axial, lóculos pluriovulados. Frutos do tipo cápsula, com muitas sementes aladas.
 
Ocorrência
Plantas originárias exclusivamente da África do Sul, com uma espécie bastante conhecida e cultivada frequentemente no Brasil, Agapanthus africanus, além de mais 8 espécies menos conhecidas.
 
Uso paisagístico
O gênero Agapanthus forma uma das principais famílias de características bulbosas, usadas no paisagismo. A espécie A. africanus é largamente utilizada nos jardins na constituição de maciços e forrações em grandes espaços, apreciada pelas folhas bastante decorativas e inflorescências duráveis.
 
Gêneros
 
 
Agapanthus.
 
 
Principais espécies
 
Foto: J. B. Sodré
Agapanthus africanus
 
Descrição
Planta herbácea, rizomatosa, entouceirada, acaule, com até 0,50 m de altura, originária da África do Sul. Folhagem muito ornamental, linear, verde-escura, lisa e carnosa. Inflorescência densa, formando umbela de flores azuis ou brancas, surgindo no final da primavera até o verão, muito decorativa. Multiplica-se pela divisão de touceiras em qualquer época do ano.
 
Uso paisagístico
Planta florífera, também cultivada pela beleza da folhagem, na formação de bordadura em meio a grandes áreas ajardinadas ou ao longo de muros, paredes e grades, a pleno sol. Ideal também para jardineiras, ou ainda, para flores de corte devido à grande durabilidade das mesmas.